Interbrand - Creating and managing brand value

Voltar ao topo
Postado por
Leandro Strobel
em

Wisemotion. O novo compressor da Embraco

0

A Embraco, líder mundial no mercado de compressores para sistemas de refrigeração, acaba de lançar o primeiro compressor oil-free do mundo. Uma tecnologia inovadora, mais sustentável, flexível e preparada para a nova geração de refrigeradores.

O nome Wisemotion, criado pela nossa equipe de Naming, traduz a inteligência e inovação desta nova tecnologia.

Nos inspiramos nas características do produto e no novo nome para criar a identidade visual. O logo, desenhado com tipografia exclusiva, traz simplicidade e tecnologia para a nova marca, além de comunicar o movimento característico da tecnologia linear através da letra E estilizada.

 

Leitura relacionada
0 Comentário(s)
Loading... Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Voltar ao topo
Postado por
Laura Garcia Miloski
em

Salsaretti. Cozinhar é criar!

0

No ano passado, a Bunge nos chamou com o desafio de reposicionar a marca de molhos de tomate Salsaretti. O objetivo era criar um posicionamento e uma identidade única e cheia de inspiração.

Com isso em mente, experimentamos os principais molhos do mercado, conversamos com consumidores e entendemos como é a relação das pessoas com o momento de cozinhar.

O posicionamento criado coloca a marca como parceira para despertar a criatividade das pessoas na cozinha, para inspirar aquele talento culinário que existe em cada um de nós.

A identidade visual e verbal valoriza elementos de criatividade, como a lousa, e traz um tom de voz próximo e divertido, com frases descontraídas e dicas nas embalagens, por exemplo.

As novas embalagens já estão nos supermercados. É só comprar, conferir e colocar o seu toque de criatividade na hora de cozinhar!

escrito por Rodrigo Marques, consultor de estratégia.

Leitura relacionada
0 Comentário(s)
Loading... Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Voltar ao topo
Postado por
Laura Garcia Miloski
em

Engajar é preciso

0

A estratégia da marca está definida e validada com os líderes da empresa. Pronto, posso dar o projeto como finalizado? Nada disso, o trabalho está apenas começando e e entrando numa de suas fases mais importantes: o engajamento do público interno. De nada adianta definir conceitos e valores se eles não são disseminados para quem veste a camisa daquela marca todos os dias. Uma coisa é certa: marcas são construídas de dentro para fora e se os colaboradores não conhecem o propósito da sua marca, certamente será mais difícil chegar ao público externo com eficiência e relevância.

A Odebrecht é uma organização com milhares de integrantes e deu o primeiro passo para engajá-los no processo de gestão de marca na semana passada. Fizemos uma série de treinamentos para mais de 80 pessoas consideradas Embaixadores da Marca. Os Embaixadores são aqueles responsáveis pela correta gestão da marca no dia a dia, por disseminar os seus valores e por ficar com o radar ligado para detectar inconsistências na comunicação e na aplicação da identidade visual.

Durante o treinamento os embaixadores foram apresentados a todos os regramentos e diretrizes criadas para a marca e também receberam diferentes materiais de apoio para ajudá-los nos desafios diários de gestão. Eles conheceram conteúdo do Território da Marca e dos manuais de aplicação da identidade visual mas o ponto alto do treinamento foi a apresentação da Escala de cor própria da Odebrecht, no estilo Pantone. Com a escala de cor os gestores conseguirão garantir a consistência na utilização das cores Odebrecht aplicadas em diferentes materiais. Olha só como ficou legal:

Leitura relacionada
0 Comentário(s)
Loading... Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Voltar ao topo
Postado por
Interbrand
em

Nova sede da Bunge

1

Como inspirar funcionários e colaboradores a viverem diariamente a essência de uma marca?

Este foi o nosso desafio no projeto de sinalização da nova sede da Bunge.
Para isso voltamos as origens e fomos buscar inspiração no core business da empresa: o campo, fonte de alimento e energia.

O conceito visual foi inspirado nas elegantes curvas de nível encontradas nas plantações que representam o campo vivo e pulsante, e que também poderiam ser interpretadas como a energia vital emanada dos alimentos comunicando perfeitamente a essência da marca Bunge aos seus parceiros e colaboradores:

Alimento é vida. Energia é vida.

Para entender melhor as expectativas e as necessidades do projeto, realizamos uma série de entrevistas internas para compreender como a marca Bunge era percebida pelos seus principais colaboradores. Assim mapeamos os principais valores que o projeto teria que comunicar.

O resultado foi uma comunicação leve e criativa que você confere abaixo.

 

 

Leitura relacionada
1 Comentário(s)
Fabio
Projeto bacana, hein? Parabéns!
Loading... Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Voltar ao topo
Postado por
Interbrand
em

Reencontrando a Consul

3

Quando a Consul veio falar com a gente, o briefing era claro: resgatar a essência da marca.

Pioneira em eletrodomésticos práticos [e até divertidos!] e na exploração de todo o território nacional em uma época que os concorrentes se limitavam às maiores praças, a Consul era lembrada por quase todo mundo mas sem uma cara específica. Vasculhamos todo o material de comunicação desde o começo, visitamos fábrica, loja e falamos com os colaboradores.

O resultado? Resumindo bem, é isso aqui:

Consul é a marca que vai descomplicar sua rotina, é a marca bem humorada que já faz parte da vida da maioria dos brasileiros. Construimos uma identidade visual e verbal que traz o consumidor para uma conversa simples e inteligente através do uso de ícones, cores e um estilo fotográfico baseado nas situações cotidianas. O ponto alto foi a construção do tom de voz Consul, que explora aquilo que temos de melhor do brasileiro, nossa alegria e nossa criatividade de um jeito próximo e cativante.

Resgatamos para os textos um tom mais leve e próximo, com sacadas inteligentes e descontraídas. Criamos diretrizes que descomplicam a linguagem para que todos aqueles que têm acesso à marca conversem de igual para igual. É um novo jeito de se apresentar, mas que nasce justamente do que de melhor a Consul já foi e quer ser. Uma ferramenta viva e que traz possibilidades criativas para os conteúdos da marca sem perder a consistência e o bom-humor.

Se quiser ver um pouco do processo criativo disso tudo, dê uma olhada aqui!

Os ajustes finais de redesenho de marca foram feitos em parceria com a Dalton Maag. ;)

 

Leitura relacionada
3 Comentário(s)
Fernando Freire
Realmente muito bom. Uma solução que remete à modernidade dos eletrodomésticos e o melhor, de maneira simples. Ótimo case!
Rodolfo Lugli
A cada case que acompanho de vocês, mas me apaixono pela forma como se dedicam a solucionar da melhor forma possível um desafio. Parabéns! Cases como esse só me dão certeza do que quero seguir para minha vida profissional.
Renato
Que demais Ilã! Gostei muito da proposta, das frases e do visual. Fiquei até com vontade de comprar um microondas de Natal =P Kudos to the team!
Loading... Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Voltar ao topo
Postado por
Interbrand
em

Itaú BBA, do Brasil para o mundo

0

Em 2002 nascia o Itaú BBA, resultado da fusão entre a área Corporate do banco Itaú e o banco de investimentos boutique BBA Creditanstalt. Seis anos mais tarde, uma nova fusão, a do Itaú com o Unibanco, e o Itaú BBA ganhava musculatura para consolidar sua posição de liderança e expertise. A marca precisava acompanhar esse novo momento e, por isso, fomos chamados para repensar sua estratégia e identidade.

A fusão com o Unibanco modificou a cultura do banco e expandiu seu tamanho. Na época, o banco estava com 22 escritórios em 4 continentes e o clima do mercado era de instabilidade. O sistema financeiro mundial estava em crise e os ânimos, acirrados. O nosso projeto precisava responder: Qual era a perceção do Itaú BBA no mercado? (banco de atacado, investimento e tesouraria)?Há diferenças entre países? Como era percebida a relação do Itaú BBA com a holding Itaú Unibanco no Brasil e no exterior? Qual deveria ser o posicionamento dessa marca brasileira e global? Qual seria sua identidade?

Como o Itaú BBA está presente em diferentes países e mercados, o diagnóstico foi bastante extenso. Trabalhamos com quatro escritórios da Interbrand (Cingapura, México, Nova Iorque e Zurique), analisamos 50 concorrentes, entrevistamos 43 pessoas (colaboradores e clientes), fizemos uma pesquisa interna com mais 40 colaboradores e um workshop com os principais executivos do banco.

E como essa história terminou?

- Nova plataforma de marca alinhada a cultura que se estabelecia após a fusão
- Tom de voz próprio
- Território da marca Itaú BBA

No território visual da marca desenvolvemos um equilíbrio entre elementos fundamentais da holding Itaú Unibanco (tipografia e o uso da cor laranja) e elementos que agregam personalidade a marca Itaú BBA.

Criamos então, o partido gráfico presente nas comunicações do Itaú BBA que representa as relações construídas entre pessoas, ações, negócios e cidades. O traço tem origem no shape da marca Itaú, mas uma é característica própria do Itaú BBA, com a linha fina e delicada que se comporta como parte de uma composição.

Escrito por Maristela Raucci, consultora de estratégia de marca

 

Leitura relacionada
0 Comentário(s)
Loading... Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Voltar ao topo
Postado por
Interbrand
em

Ritmo. Logística de um jeito diferente

0

Tem marca nova no mundo da logística. Tem ideia nova no mundo dos transportes. E tem um nome diferente que dá o tom de tudo isso: Ritmo Logística. A empresa já nasceu grande – é a união das áreas de transporte da ALL e da Ouro Verde. Caberia a nós criar uma identidade única.

Nosso desafio estratégico era evidente: como diferenciar uma transportadora? Como criar uma marca que se destaque em meio a milhares de empresas de logística espalhadas pelo Brasil e América Latina?

Não foi fácil, mas conseguimos criar uma plataforma de marca diferente. Destacamos a harmonia entre os transportes viários e ferroviários. Mostramos que além de velocidade, a empresa entrega sincronia, o leva-e-traz na fluidez ideal.

A partir dessa essência bem definida, nossa equipe de naming precisava encontrar o nome ideal para traduzir tudo isso: Ritmo, que nada mais é que a organização perfeita e exata do tempo. Foi essa associação musical que nos permitiu entregar um nome diferente do “xyzLOG”.

Mas a exclusividade dessa empresa vai além do nome. Cores, fluidez e sinergia são elementos marcantes da identidade visual da marca, elogiada por todos os envolvidos neste projeto completo de branding. A Ritmo Logística já está rodando a todo vapor – e sem perder a marcação. Gostou?

a

Leitura relacionada
0 Comentário(s)
Loading... Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Voltar ao topo
Postado por
Interbrand
em

Fusão do Itaú e Unibanco = 1+1>2

1

Em 2008, o mercado brasileiro recebeu uma notícia: dois grandes bancos anunciavam sua união. Você lembra desse fato? Era a fusão de um banco de paulistas com um banco de cariocas. O Itaú com o Unibanco.

E quando o assunto é fusão os consumidores se perguntam: e agora, que marca esse novo banco vai ter? É Itaú? É Unibanco? É Itaú Unibanco? É uma nova marca?

Nós fomos chamados para resolver o branding do maior banco do hemisfério Sul:

  • Qual seria o nome do novo banco?
  • O que fazer com as marcas e ícones de cada empresa?
  • Qual seria o posicionamento do novo banco?
  • Qual seria sua identidade visual? E verbal?

O desafio era juntar o melhor do Unibanco e o melhor do Itaú para formar um banco maior que a soma das partes. 1+1 > 2. Loucura?

Quatro anos após a fusão, o final dessa história não é novidade para ninguém. O novo banco é o Itaú, um banco laranja, um banco transformador. Mas como chegamos lá?

Foi a partir de um estudo intenso sobre as forças e fraquezas de cada marca e de seus negócios, clientes e potenciais clientes que definimos a nova estratégia de marca.

Um parênteses: estamos falando de bancos múltiplos que atuam em diversos ramos do mercado financeiro: microfinanças, crédito imobiliário, financiamento de veículos, tesouraria, seguros, cartões de crédito, previdência, capitalização, wealth management and services, empresas (pequenas, médias e grandes), banco de varejo, banco de investimento e atacado.

E sim, tudo isso foi analisado para definir como o novo banco deveria ser.

Hoje, por exemplo, não há dúvidas de que o Itaú é o banco laranja. Na época não foi uma decisão simples. O que estava em jogo era a identidade de dois bancos muito importantes no Brasil: Unibanco (azul e verde) e Itaú (azul, amarelo e laranja).

Mas a cor laranja  era tão forte no imaginário dos clientes que alguns juravam de pé junto que a marca Itaú era laranja. Na realidade a bolacha (nome carinhoso da logo) é azul e amarela. O laranja estava presente na fachada das agências para deixá-las mais visíveis.

E a cor também sobressaía-se no mercado financeiro, ambiente lotado de bancos azuis ou vermelhos (exceto Banco Real que era verde).

E foi assim que o laranja foi parar no DNA da marca e hoje é o fio condutor que une os diferentes negócios do banco.

Mais uma curiosidade: você se lembra do Unibanco 30 horas? Pois é. Ele evoluiu para Itaú 30 horas. Um equity tão forte que merecia ser preservado. 30 horas é atualmente o símbolo da conveniência do Itaú.

O projeto da fusão durou um ano. Um pedaço dessa história você vê aqui:

 

Leitura relacionada
1 Comentário(s)
Sarah
Muito legal o trabalho. Foram vocês que criaram a ideia de 1+1>2? Vocês sabem quem escreveu o vídeo? Já vi esse vídeo muitas vezes e acho genial. Um beijo, Sarah Westphal
Loading... Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>